Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Municípios Histórico dos municípios alagoanos Histórico do município de São Brás

Histórico do município de São Brás

Histórico, Gentílico e Formação Administrativa do município de São Brás - Alagoas.

Foi primitivamente uma pequena povoação localizada um pouco acima de Porto Real do Colégio e do qual fazia parte o seu território. O nome do município foi tomado do padroeiro da paróquia, São Brás.

Seu território foi desmembrado do Município de Porto Real do Colégio. Anos depois, cedeu parte de seu território para a criação dos Municípios de Feira Grande, Campo Grande e Olho D'Água Grande.

Gentílico: são-braense

Formação Administrativa

Distrito criado com denominação de São Brás, pela lei provincial nº 702, de 19-051875.

Elevado à categoria de vila com denominação de São Brás, pela lei provincial nº 1056, de 28-06-1889, desmembrado de Porto Real do Colégio. Sede na antiga vila de São Brás. Instalado em 01-10-1889.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Pelo decreto estadual nº 1619, de 23-02-1932, o município é extinto, sendo seu território anexado ao município de Traipú.

Elevado novamente a categoria de município com a denominação de São Brás, pela Constituição Estadual, de 16-09-1935, desmembrado de Traipu.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído do distrito sede.

Pelo decreto estadual nº 2335, de 19-01-1938, o município de São Brás foi novamente extinto, sendo seu território anexado ao município de Arapiraca, como simples distrito.

Pelo decreto estadual nº 2422, de 26-10-1938, o distrito de São Brás deixa de pertencer ao município de Arapiraca para ser anexado ao município de Traipu.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de São Brás, figura no município de Traipu.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação de São Brás, por ato das disposições constitucionais transitórias deste estado, promulgado à 09-07-1947, desmembrado de Traipu. Sede no antigo distrito de São Brás. Constituído de 2 distritos: São Brás e Feira Grande ex-Mucambo.

Pela lei nº 1785, de 05-04-1954, desmembra do município de São Brás o distrito de feira Grande. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 2046, de 27-06-1957, é criado o distrito de Campo Grande ex-povoado e anexado ao município de São Brás.

Pela lei estadual nº 2230, de 31-05-1960, desmembra do município de São Brás o distrito de Campo Grande. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Dados complementar

São Bráz era um pequeno povoado cujo território, jurisdição civil e eclesiástica pertenciam a Porto Real do Colégio. Toda a história de São Braz, aliás, desenvolveu-se de forma paralela à de Porto Real do Colégio.

Os índios das tribos Tupinambás, Carapotas, Aconás e Cariris foram os primeiros habitantes. Os bandeirantes, que se fixaram no território no século XVII para explorar a região do São Francisco, iniciaram o processo de civilização entre os indígenas. Porto Real do Colégio cresceu em torno de uma capela construída em homenagem a Nossa Senhora da Conceição. Muitos dos que foram morar na região, porém, escolheram outras áreas para instalar fazendas, e, aos poucos, foi surgindo o povoado de São Bráz. 

A  freguesia foi determinada pela Lei Provincial 702, de 19 de Maio de 1875. A vila, em 28 de Junho de 1889, também através de lei provincial.

O município foi criado logo depois, desmembrado de Porto Real do Colégio. Em Fevereiro de 1932, o decreto estadual 1.619 revogou a lei que criou o município e anexou São Braz a Traipu. A Constituição de 1935 cancelou este ato que, depois, foi novamente suprimido através do decreto 2.442, de Outubro de 1938. Só com a Constituição de 1947 é que São Braz voltou a ter autonomia política. 

A origem do nome veio do padroeiro do lugar, que foi bispo e morreu lutando pela emancipação da vila.   

Localização: Microrregião de Arapiraca (Agreste Alagoano)

Limites: Olho D'água Grande, Porto Real do Colégio e Rio São Francisco 

Acesso Rodoviário: AL-115 

Distância da Capital: 137 km  

Calendário de Eventos:

03 de Fevereiro  - Festa do Padroeiro - São Braz

01 de Outubro  - Emancipação Política

Ações do documento