Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Municípios Histórico dos municípios alagoanos Histórico de São Miguel dos Campos

Histórico de São Miguel dos Campos

Histórico, Gentílico e Formação Administrativa de São Miguel dos Campos/AL

Quando a primeira missão exploradora - tendo à frente os portugueses Gonçalves Coelho e Américo Vespúcio - chegou ao atual município de São Miguel dos Campos (através do rio São Miguel), em 1501, encontrou como habitantes os índios Sanambis, remanescentes dos Caetés.

Os exploradores - atraídos pela riqueza do solo - se estabeleceram cultivando cana-de-açúcar e outros produtos agrícolas, além da criação de gado, abrindo caminhos pelas matas e a comunicação com outras localidades como Marechal Deodoro (antiga Vila de Madalena) e Anadia (Campos dos Arrozais de Inhaúns). A afinidade com esta última localidade, aliás, originou, na época, o complemento da denominação local, chamada até então apenas de São Miguel.

A bravura de seu povo é o marco primordial de sua história. Destacam-se a participação dos miguelenses na luta contra holandeses, na destruição do Quilombo dos Palmares e na Revolução Republicana de Pernambuco, em 1817. Entretanto, é Ana Lins o símbolo do heroísmo do município.

Em 1932, a freguesia foi elevada à vila por decreto do governo geral da Regência. A elevação à cidade aconteceu no dia 18 de junho de 1864.

O litoral de São Miguel dos Campos é privilegiado pela beleza ímpar, selvagem, com destaque para suas três lagoas: Lagoa do Jequiá (a maior delas), Lagoa Azeda e Jacarecica. Seus principais eventos turísticos são a Feira da Ponte (na Semana Santa), a festa da emancipação, as festas juninas e a festa da padroeira, Nossa Senhora do Ó (18 de dezembro a 6 de janeiro).

Gentílico: miguelense ou são-miguelense

Formação Administrativa

Elevado à categoria de vila com a denominação de São Miguel dos Campos, pelo decreto de 10-07-1832, desmembrado do município de Alagoas. Sede na antiga vila de São Miguel dos Campos. Instalada em, 14-01-1833.

Elevado à condição de cidade com a denominação de São Miguel dos Campos, pela lei provincial nº 423, de 18-06-1864.

Pelo decreto estadual nº 100, de 24-03-1891, é criado o distrito de Barra de São Miguel e anexado ao município de São Miguel dos Campos.

Em divisão administrativa referente ao de 1911, o município e aparece constituído de 5 distritos: São Miguel dos Campos, Barra de São Miguel, Campo Alegre do Mosquito, Boca da Mata e Jequiá da Praia.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído do distrito sede. Não figurando os distritos da divisão de 1911.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1936, o município volta a ser constituído de 4 distritos: São Miguel de Campos, Barra de São Miguel, Boca da Mata e Campo Alegre. Não figurando o distrito de Jequiá da Praia.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1937, o município está grafado São Miguel dos Campos é constituído dos mesmos municípios da divisão anterior. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: São Miguel de Campos, Barra de São Miguel, Boca da Mata e Campo Alegre. Pelo decreto lei estadual nº 2909, de 30-12-1943, o distrito de Campo Alegre passou a denominar-se Mosquito.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município já grafado São Miguel os Campos é constituído de 4 distritos: São Miguel dos Campos, Barra de São Miguel, Boca da Mata e Mosquito ex-Campo Alegre.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

Pela lei nº 1637, de 05-08-1952, o distrito de Mosquito voltou a denominar-se Campo Alegre.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: São Miguel de Campos, Barra de São Miguel, Boca da Mata e Campo Alegre ex-Mosquito.

Pela lei estadual nº 2085, de 26-12-1957, desmembra do município de São Miguel dos Campos o distrito de Boca da Mata. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 2086, de 26-12-1957, desmembra do município de São Miguel dos Campos o distrito de Campo Alegre. Elevado à categoria de município.

Pelo Acórdão do Superior Tribunal Federal, de 18-08-1958, (representação nº 538), São extintos os municípios de Campo Alegre e Boca da Mata, sendo seu território anexado ao município de São Miguel dos Campos, como simples distritos.

Pela lei estadual nº 246, de 11-11-1958, desmembra do município de São Miguel dos Campos o distrito de Boca da Mata. Elevado novamente à categoria de município.

Pela lei estadual nº 2241, de 08-06-1960, desmembra do município de São Miguel dos Campos o distrito de Campo Alegre. Elevado novamente á categoria de município.

Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: São Miguel dos Campos e Barra de São Miguel.

Pela lei estadual nº 2612, de 02-07-1963, desmembra do município de São Miguel dos Campos o distrito de Barra de São Miguel. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Ações do documento