Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 julho Reunião do Conselho Estadual de Cultura aprova nova Mestre do RPV
11/07/2019 - 10h25m

Reunião do Conselho Estadual de Cultura aprova nova Mestre do RPV

Na ocasião, o Guerreiro também foi aprovado como Patrimônio Imaterial de Alagoas

Reunião do Conselho Estadual de Cultura aprova nova Mestre do RPV

Há mais de 50 anos Marinalva tira de suas próprias mãos o sustento de sua família com o barro extraído das imediações do rio Mundaú.

Texto Ascom/Secult

O Conselho Estadual de Cultura (CEC) realizou na última quarta-feira (10) a terceira reunião ordinária do colegiado de 2019. O encontro ocorreu na Sala dos Conselhos do Palácio República dos Palmares. Esteve em pauta a aprovação da nova Mestre do Patrimônio Vivo de Alagoas (RPV), Marinalva Bezerra da Silva.

A artesã é integrante da comunidade Muquém, remanescente do Quilombo dos Palmares em Alagoas, berço de Zumbi, produz cerâmica utilitária num movimento contínuo e sem torno. Há mais de 50 anos ela tira de suas próprias mãos o sustento de sua família com o barro extraído das imediações do rio Mundaú.

Durante a ocasião também foi discutida a aprovação do Guerreiro como Patrimônio Imaterial de Alagoas, editais e a apresentação do plano anual da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult). Na reunião, a secretária executiva da Secult e membro do Conselho, Rosiane Rodrigues, defendeu a importância de se colocar sempre em pauta o planejamento dos editais previstos. "É uma forma de estreitar laços e fortalecer o desenvolvimento cultural de Estado, assim garantimos o avanço para a cidadania através da representatividade dos membros, que podem sugerir ações junto ao governo do Estado”, declarou.

 

O Conselho Estadual de Cultura (CEC), integrante da estrutura orgânica da Secretaria de Estado da Cultura, tem por finalidade deliberar sobre a Política Estadual de Cultura e o Plano Estadual de Cultura, acompanhar sua execução, bem como assessorar o secretário de Estado da Cultura, nos termos de seu regimento interno. O CEC é composto de 19 membros, recrutados entre representantes da Sociedade Civil e do Poder Público, todos nomeados pelo chefe do Poder Executivo Estadual.

Ações do documento