Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2019 outubro Novo Projeto da Secult permite troca de experiências entre Mestres da Cultura Popular
29/10/2019 - 14h35m

Novo Projeto da Secult permite troca de experiências entre Mestres da Cultura Popular

Mestre João das Alagoas e Dona Irinéia estrearam a mais nova ação

Novo Projeto da Secult permite troca de experiências entre Mestres da Cultura Popular

Projeto busca estabelecer uma troca de conhecimentos e técnicas aplicadas entre os mestres da cultura popular.

Texto de Júlya Rocha

A Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult/AL), deu início, na última sexta-feira (25), ao projeto piloto Intercâmbio de Mestres, que busca estabelecer uma troca de conhecimentos e técnicas aplicadas entre os mestres da cultura popular.

A primeira experiência foi realizada entre os artesãos João das Alagoas, do município de Capela, e Dona Irinéia, de União dos Palmares.  Como ambos têm como matéria prima o barro, o mestre de Capela esteve em União dos Palmares no ateliê de Dona Irinéia, localizado na comunidade Muquém, para trocar experiências como, por exemplo, técnicas de como levar o barro ao forno.

“Foi um dia muito produtivo, admiro demais o trabalho do João das Alagoas. Com certeza essa experiência só vai agregar ainda mais ao meu trabalho. Fico muito feliz que a Secult tenha pensado numa ação como essa, que, além de tudo, é um grande reencontro entre amigos”, comemorou a mestra de União.

Para João das Alagoas, a visita significou ver de perto uma grande história. “Passar um pouco das minhas técnicas para Irinéia é uma enorme honra, sou um grande fã do trabalho dela”, revelou.

João das Alagoas e Dona Irinéia trocando experiências.

Para a Secretaria de Cultura, Mellina Freitas, a ação representa um grande passo para o aprimoramento do trabalho de artesão alagoanos. “Os mestres são uns dos responsáveis pro propagar a nossa cultura. É muito importante capacitá-los através dessas ações e oferecendo esses momentos de troca de experiências”, disse.

 

Ações do documento