Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Alagoas recebe 1ª Mostra Conexão Nordeste de Audiovisual
18/05/2016 - 09h25m

Alagoas recebe 1ª Mostra Conexão Nordeste de Audiovisual

Projeto acontece de 26 a 31 de maio, no Museu de Imagem e do Som de Alagoas

Alagoas recebe 1ª Mostra Conexão Nordeste de Audiovisual

Com a mostra, o Conexão Nordeste cumpre o papel de fortalecer a circulação da produção audiovisual da região

Texto de Daniel Borges

A diversidade do cinema produzido na região Nordeste será exibida na 1ª Mostra Conexão Nordeste de Audiovisual, que acontece entre os dias 26 a 31 de maio, simultaneamente nos Estados de Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Maranhão, sempre às 16h. Na capital alagoana, a exibição será realizada no Museu da Imagem de Som, em Jaraguá.

Durante a mostra, o público poderá refletir entre o conteúdo e a estética abordados pelos cineastas. Serão exibidos curtas e longas metragens que expõem questões que marcaram e marcam a história do Brasil, como de gênero, de raça, de repressão no período da ditadura no Brasil e os aspectos culturais.

Entre os filmes exibidos estão "Muleque Té Doido" (2014), de Erlanes Duarte; “Mercúrio”, de Wellington Bravo; “Caixa D’Água: qui-lombo é esse?”, de Everlane Moraes Santos; “Cova aberta”, de Ian Abé; “José Bezerra”, de Pedro Medeiros; e “O que lembro tenho”, de Rafael Barbosa. 

Com a mostra, o Conexão Nordeste cumpre o papel de fortalecer a circulação da produção audiovisual da região, possibilitando a visibilidade do que é produzido em cada Estado.

Para a secretária de Estado de Cultura de Alagoas, Mellina Freitas, “o Conexão Nordeste é um importante projeto que desenvolve o intercâmbio cultural de forma direta entre os Estados, estimulando e promovendo a cultura e nossos artistas”.

Confira programação de exibição dos filmes:

 Conexão Nordeste

 

Conexão Nordeste

O Conexão Nordeste é um projeto resultante da interação entre gestores estaduais e municipais de cultura, além de fundações de cultura vinculadas aos poderes públicos estadual e municipal, criado para ser utilizado nos projetos de intercâmbio que recebem incentivo público. A ideia foi elaborada durante o 1º Encontro de Gestores de Cultura da Região Nordeste, que ocorreu em novembro do ano passado, com representantes do Ministério da Cultura, da Fundação Nacional de Artes (Funarte) e das secretarias e fundações municipais e estaduais.

O Selo busca incentivar a circulação de artistas das mais diversas áreas, em atenção à meta 25 do Plano Nacional de Cultura (PNC) e prevê um aumento em 70% nas atividades de difusão cultural em intercâmbio nacional e internacional. 

O projeto é realizado em parceria com as secretarias de cultura de Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba e Maranhão.

Ações do documento