Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Cepa Vivo conta com oficina da artesã Vânia Oliveira, Patrimônio Vivo de Alagoas
11/08/2016 - 10h23m

Cepa Vivo conta com oficina da artesã Vânia Oliveira, Patrimônio Vivo de Alagoas

3ª edição do projeto da Secretaria de Estado da Educação será em comemoração ao Mês do Folclore, sábado (13)

Cepa Vivo conta com oficina da artesã Vânia Oliveira, Patrimônio Vivo de Alagoas

Artesã Vânia Oliveira, Patrimônio Vivo de Alagoas, será uma das atrações no Cepa Vivo com oficina de artesanato (Itawi Albuquerque)

Texto de Fabiana De Mutiis e Teresa Machado

A próxima edição do Cepa Vivo, em comemoração ao Mês do Folclore, a ser promovida no sábado (13) contará com uma oficina de artesanato muito especial. Em mais uma parceria entre as Secretarias de Estado da Educação (Seduc) e da Cultura (Secult), a população é que se beneficia. A mestra artesã do Registro do Patrimônio Vivo de Alagoas, Vânia Oliveira, irá ministrar uma oficina de chapéus de guerreiros.

 

"É muito importante valorizar a cultura popular do nosso Estado. Esta oficina será uma forma de mostrar aos nossos jovens a arte que representa o nosso povo. Através da produção do artesanato, a gente consegue repassar nossas tradições e riquezas”, afirma Vânia Oliveira.

 

A proposta da Secult de levar a artesã para o Cepa Vivo é propiciar o resgate do folclore brasileiro e principalmente alagoano, como se refere a secretária da Cultura Mellina Freitas. “Nosso artesanato é muito representativo e por meio do trabalho artesanal podemos preservar e materializar nossa arte”, pontuou.

 

 

Além da oficina, o Cepa Vivo contará ainda com apresentações de danças folclóricas  pelos estudantes do Ensino Médio, como dança da fita, maracatu, baião, guerreiro e pastoril.

 

Paralelamente, haverá varais com poesias penduradas e espalhadas pelo CDR [Centro de Desporto e Recreação], no projeto Papel no Varal, do professor e poeta Ricardo Cábus, além do Piqueninique Literário e de outras atrações para o público infanto-juvenil.


Para marcar o Mês do Folclore, o Cepa Vivo ainda conta com a presença da Associação dos Folguedos Populares de Alagoas (ASFOPAL) que fará uma exposição.


Parceria com a Sesau 

E para complementar as atividades do Cepa Vivo, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) irá montar uma tenda do Hemoal para o cadastro de doadores de medula óssea. Os interessados devem ter mais de 18 anos, boas condições de saúde, portar  CPF e carteira de identidade, além de informar o endereço residencial.

Ações do documento