Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Cineasta Murilo Salles lança filme no Cinema das Alagoas
25/11/2015 - 15h10m

Cineasta Murilo Salles lança filme no Cinema das Alagoas

Rodado em Alagoas, Rio de Janeiro e Brasília, O Fim e os Meios traz debate sobre política brasileira

Cineasta Murilo Salles lança filme no Cinema das Alagoas

O Fim e os Meios foi vencedor do Prêmio de Melhor Roteiro no Festival do Rio 2014. Foto: Divulgação.

Daniel Borges

O diretor Murilo Salles (Como Nascem os Anjos, Nome Próprio) lança nesta sexta-feira (27) o longa-metragem O Fim e os Meios, dentro da programação do projeto Cinema das Alagoas, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com o Centro Cultural Arte Pajuçara.  A exibição acontece às 19h, no Cine Arte, na Pajuçara, e contará com bate-papo com o cineasta.

Vencedor do troféu Redentor de melhor roteiro no Festival do Rio, O Fim e os Meios acompanha a história de Cris (Cintia Rosa) e Paulo (Pedro Brício), casal que vai para Brasília em busca de novos desafios profissionais. Ela é jornalista, quer cobrir o Congresso Nacional; ele, publicitário, vai comandar a campanha eleitoral de um senador da República. Os dois acabam se envolvendo num jogo de interesses e desejos em que mídia e política se confundem. As raízes do Brasil se expõem através dos sentimentos daqueles que vivem no furacão do poder. 

O filme foi rodado em Brasília, Rio de Janeiro e Alagoas. Em Alagoas, o sítio Carababa, em Ipioca, os bairros do Pontal da Barra e Farol, em Maceió, e a cidade de Maragogi foram cenários para a produção. As filmagens envolveram atores e técnicos locais, que trabalharam junto com a equipe nacional durante oito dias.  Marco Ricca, Hermila Guedes, Elisa Lucinda, Tessy Callado, Murilo Grossi e o veterano Emiliano Queiroz também estão no elenco.

O diretor

Murilo Salles estreou na direção com o documentário Essas são as Armas, em 1978, Pomba de Prata do Festival de Leipzig na Alemanha. Com Nunca Fomos Tão Felizes, a primeira ficção, ganhou o Leopardo de Bronze do Festival de Locarno, na Suíça, e Melhor Filme no Festival de Brasília em 1984. Em 1989, dirigiu Faca de Dois Gumes, prêmio de melhor diretor do Festival de Gramado. Em 1994, dirigiu Todos os Corações do Mundo, documentário Oficial da FIFA sobre a Copa de Mundo. Em 1996, Como Nascem os Anjos, Melhor Direção do Festival de Gramado e Prêmio Colón do Oro de Melhor Filme do Festival de Huelva na Espanha em 97. Seja o que Deus Quiser! foi o vencedor do Festival do Rio de 2002. Em 2003, realizou o documentário És Tu, Brasil. O seu quinto longa de ficção, Nome Próprio, de 2008, ganhou o prêmio de Melhor Filme do Festival de Gramado. Em dezembro de 2015, estreia a ficção O Fim e os Meios, vencedor do Prêmio de Melhor Roteiro no Festival do Rio 2014, e os documentários Aprendi a Jogar com Você, prêmio de Melhor Montagem do Festival de Paulínia de 2014 e seleção oficial da Semana dos Realizadores, no Rio de Janeiro em 2013, e Passarinho Lá de Nova Iorque, selecionado para a Mostra Autores do Festival de Tiradentes de 2014.

Assista ao trailer: https://vimeo.com/26812863

 

SERVIÇO

Cinema das Alagoas

Lançamento do filme O Fim e os Meios, de Murilo Salles

Data: 27 de novembro, às 19.

Local: Centro Cultural Arte Pajuçara

Ações do documento