Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Comemoração de 108 anos do Deodoro terá ballet, música e lançamentos nesta quarta
13/11/2018 - 10h15m

Comemoração de 108 anos do Deodoro terá ballet, música e lançamentos nesta quarta

Programação gratuita começa às 15h e se estende até a noite

Comemoração de 108 anos do Deodoro terá ballet, música e lançamentos nesta quarta

Ballet Maria Emília Clark entrará em cena às 15h30. Foto: Adalberto Farias

Texto de Hannah Copertino

Várias linguagens artísticas se encontram no terceiro dia da programação para celebrar os 108 anos do Teatro Deodoro, nesta quarta-feira (14), a partir das 15h. O Grupo Aiê Orum, o Ballet Emília Clark e o Projeto Antropofágico Miscigenado compõem a programação, que tem entrada gratuita.  

 

O Grupo Aiê Orum abre as comemorações do dia com o espetáculo Afrobrasilidade, às 15h, no hall do Teatro Deodoro. É dirigido por Diego Bernardes, que também apresenta a dança com Sueli Oliveira, Pedro Leão, Patrícia Magalhães e Carlos Castro.

 

O Aiê Orum é um grupo de dança afro que atua há nove anos em Alagoas trazendo a memória e a ancestralidade através de ritmos afro-brasileiros como ijexá, dança dos Orixás, samba de roda, dança afro contemporânea, samba reggae, maracatu e afoxé.

 

“Participar das comemorações dos 108 anos do Teatro Deodoro é uma ótima oportunidade de mostrar o nosso trabalho. Somos um dos poucos grupos que trabalham a diversidade afro-brasileira, e esse é um espaço de grande representatividade. Faz três anos que participamos do aniversário do Deodoro e é sempre uma honra”, afirmou Diego Bernardes.

 

Em seguida, às 15h30, o Ballet Maria Emília Clark entrará em cena para mostrar o resultado do trabalho desenvolvido com crianças carentes do projeto Ballet a Serviço da Educação, que vem sendo realizado há três anos em parceria com a Diteal, proporcionando aulas gratuitas para alunos da rede pública de ensino. Os bailarinos irão apresentar o espetáculo Summa, que traz um repertório clássico inspirado na obra do compositor Nyman, envolvendo o mistério da criação no enredo.

 

“Vamos apresentar a essência de uma síntese musical clássica, um compêndio sobre os ensinamentos musicais envolvendo o mistério da criação sobre Deus e os homens. Assim, definimos a obra clássica do compositor Nymman, base de nossos estudos musicais ao longo dos nossos 19 anos de pesquisas e produções”, explica Maria Emília Clark. “É uma honra participar das comemorações com este espetáculo, que traz o resultado do projeto de formação de bailarino clássico e de coreografias diversas, realizado em parceria com a Diteal”.

 

Às 19h, uma edição especial do projeto Antropofágico Miscigenado, dos músicos Sebage e Edi Ribeiro, ocupa o foyer do teatro. Haverá colóquio de versos e declamação de poemas com Arthur Buendi, Richard Plácido e Sebage, bate-papo entre artistas e exposição de gravuras do músico e fundador do Crooked Tree Records, Mário Alencar. Sebage & Lobos Uivantes, formada por Edi Ribeiro e Bruno Hítan (guitarras), Júnior Core (contrabaixo) e Normando Galdino (bateria), vão lançar o disco físico do álbum Beatnik. O compositor e contrabaixista, Daniel Baboo irá acompanhar Sebage em uma canção. A cantora Leureny faz participação especial no projeto.

 Programação extensa começa às 15h e vai até a noite desta quarta-feira (Adalberto Farias / Nide Lins)

“Estou muito feliz em participar da programação, é uma data muito importante porque o teatro converge a cultura alagoana, o Deodoro é uma casa centenária. Tenho a formação musical e teatral no Deodoro e no Arena, nesse complexo cultural que é o espaço”, disse Sebage.

 

Sebage lembrou da participação enquanto produtor cultural e artista, do aniversário de 97 anos do Deodoro, em 2007. “Estou retomando as atividades do movimento Antropofágico Miscigenado com o lançamento do CD físico beatnik, que está nas plataformas digitais desde o ano passado. É um marco para a minha carreira”, finalizou Sebage.

 

Serviço:

 

Aniversário de 108 anos do Teatro Deodoro – Aiê Orum, Ballet Emília Clark e Projeto Antropofágico Miscigenado

 

Quando – Quarta-feira (14/11), a partir das 15h

 

Local – Teatro Deodoro, Centro de Maceió

 

A entrada é gratuita.

Ações do documento