Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Conselho de Cultura aprova tombamento de casa maçônica, no Centro
08/09/2015 - 13h55m

Conselho de Cultura aprova tombamento de casa maçônica, no Centro

Colegiado também debate pautas de desenvolvimento para o segmento

Conselho de Cultura aprova tombamento de casa maçônica, no Centro

Decisão do colegiado é considerada um marco com relação ao patrimônio histórico de Alagoas (Foto: Teresa Machado)

Teresa Machado

O Conselho Estadual de Cultura aprovou, na manhã desta terça-feira, 8, em sessão ordinária, o processo de tombamento da Casa Maçônica Perfeita Amizade Alagoana. Localizado no Centro de Maceió, o prédio construído na primeira metade do século XX, não sofreu intervenções em seu conjunto arquitetônico, preservando as características originais da época.

 O colegiado, presidido pela secretária da Cultura Mellina Freitas, foi favorável, por maioria, ao tombamento da edificação, discussão e análise dos estudos e relatório técnico do Pró-Memória. Com arquitetura de estilo híbrido em características neoclássico e influências góticas nas esquadrias com arcos ogivais, a casa é sede de atividades filantrópicas e cívicas. 

“A Casa Maçônica apresenta relevância histórica para a cidade pois marca época e várias gerações da sociedade. Com o tombamento, o prédio centenário passará por restauros importantes, preservando a memória cultural do estado.  Por suas fileiras passaram nomes como o segundo presidente da República, marechal Floriano Peixoto”, declarou a titular da pasta.

“Esta decisão do colegiado foi um marco com relação ao patrimônio histórico de Alagoas”, disse o conselheiro Jayme de Altavila. Para o secretário de comunicação Ênio Lins “a aprovação do processo de tombamento é extremamente positivo diante de uma cultura se destruição”. Aprovado pelo conselho, o processo segue para emissão de parecer a elaboração da minuta do decreto-lei para a sanção do governador Renan Filho. 

Conselho 

O Conselho Estadual de Cultura (CEC), integrante da estrutura orgânica da Secretaria de Estado da Cultura, tem por finalidade deliberar sobre a política estadual de Cultura e o Plano Estadual de Cultura, acompanhar sua execução, bem como assessorar o secretário de Estado da Cultura, nos termos de seu regimento interno. O CEC é composto de 19 membros, recrutados entre representantes da sociedade civil e do Poder Público, todos nomeados pelo chefe do Poder Executivo Estadual. 

Ações do documento