Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Exposição '40 anos de Arte' conta a trajetória do santeiro penedense Timaia
14/10/2015 - 10h20m

Exposição '40 anos de Arte' conta a trajetória do santeiro penedense Timaia

Mostra será lançada no dia 15, no Museu Palácio Floriano Peixoto

Exposição '40 anos de Arte' conta a trajetória do santeiro penedense Timaia

Ofício passado pelo Mestre Antonio Pedro manifestou o talento que estava em Timaia. (Foto: Ascom Penedo)

Ascom Penedo

O nome de batismo é Antônio Francisco Santos, 55 anos. Mas, se você perguntar em Penedo de quem se trata, ninguém vai conhecer. Agora, se perguntar quem é Timaia Santeiro, todos vão ensinar onde encontrá-lo. O também mestre do entalhe na madeira é discípulo do já falecido Mestre Antônio Pedro dos Santos, descendente da Escola de Santeiros do Penedo e quem mais deixou discípulos na histórica cidade.

Longe das exposições há três anos, para celebrar quatro décadas de aprendizado e muito trabalho, de 16 a 31 de outubro, o Museu Palácio Floriano Peixoto (Mupa) recebe a Exposição ‘Timaia Santeiro do Penedo - 40 anos de Arte’, que contará parte da sua trajetória no mundo do entalhe na madeira. A abertura acontece no dia 15, às 16h. 

“São 40 anos de passagem pela Escola de Artes Circulista e de trabalhos em todo o Brasil. Foi duro chegar até aqui. Costumo dizer que o momento mais difícil passou, que foi criar os filhos sobrevivendo da arte. Não foi fácil, nem difícil. Foram 40 anos de batalha. E para sobreviver da arte, precisei de muito trabalho”, avaliou o artista parte da sua história.

Timaia, como prefere ser chamado, é um dos três discípulos vivos do Mestre Antônio Pedro.

“Credito tudo que sei a ele, que era um grande artista. Deus nos dá capacidade de ser o que quisermos na vida. Você escolhe sua opção. Com muita dedicação e um bom professor para guiar seus caminhos, você consegue seus objetivos", contou.

O artista recorda bem os ensinamentos de seu mestre.

"O mestre nos guiava até a arte. Lembro, enquanto nos ensinava a arte do santeiro, conhecíamos tudo sobre religião. Cada dia da semana é dedicado a um santo e o Mestre Antônio contava toda a história do santo, da sua vida até a morte. Para ele, deveríamos saber tudo sobre o santo que estávamos esculpindo ou, que um dia poderíamos esculpir. Ele era incrível, um verdadeiro artista e professor”, lembrou emocionado os quase quatro anos ao lado do professor e Mestre Antônio Pedro.

O artista do entalhe na madeira possui muitas histórias ainda para contar. Nestes ‘40 anos de Arte’, o santeiro já expôs em todos os grandes hotéis de Maceió. Seus trabalhos já foram expostos em Aracaju, Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo. Suas obras estão em todo o Brasil e diversos países do mundo.

“O artista precisa de novos contatos, fazer novas amizades, contar suas histórias para os visitantes e compradores. Também precisamos vender nossos trabalhos para sobreviver. E essa exposição será uma excelente oportunidade. Participem, todos poderão conhecer um pouco da arte de santeiro”, finalizou Timaia.

A exposição "Timaia Santeiro do Penedo - 40 anos de Arte’ apresenta em Maceió 35 imagens esculpidas pelo artista. Os tamanhos variam de 50 centímetros a 1,20 metro.

A exibição acontece em parceria Prefeitura de Penedo e Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult). Em janeiro de 2016, o santeiro pretende fazer uma exposição em Penedo, o que deve ocorrer durante os festejos em homenagem ao Glorioso Bom Jesus dos Navegantes, também pelos 40 anos de arte.

 

Serviços

 

Exposição ‘Timaia Santeiro do Penedo - 40 anos de Arte’

Data: De 16 a 31 de outubro.

Local: Museu Palácio Floriano Peixoto;

Entrada Franca.

Ações do documento