Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Governador participa da entrega de obras do Largo da Igreja do Carmo
23/06/2017 - 16h26m

Governador participa da entrega de obras do Largo da Igreja do Carmo

Durante a solenidade nesta sexta-feira com presença de ministros, será assinada ordem de serviço para o início das obras no Largo da Igreja

Governador participa da entrega de obras do Largo da Igreja do Carmo

No dia 23 de maio deste ano, o governador Renan Filho assinou ordem de serviço para recuperação asfáltica da AL-215. O trecho contemplado tem início no entroncamento da AL-101 Sul, no trevo do FrancêsMárcio Ferreira

Texto de Severino Carvalho

O governador Renan Filho participa, nesta sexta-feira (23), às 10 horas, da entrega das obras de requalificação do Largo da Igreja do Carmo, em Marechal Deodoro, região Metropolitana. Na ocasião, será assinada ordem de serviço para o início das obras no Largo da Igreja Matriz, com previsão de investimentos de R$ 3,8 milhões.

 

As duas obras contam com recursos do PAC Cidades Históricas, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em parceria com a prefeitura municipal.

 

Além do governador, as solenidades contarão com a presença da presidente do Iphan, Kátia Bogéa; do diretor do PAC Cidades Históricas, Robson de Almeida; do superintendente do Iphan-AL, Mário Aloisio;  do senador Renan Calheiros; do ministro do Turismo, Marx Beltrão; do ministro dos Transportes, Maurício Quintella; dentre outras autoridades.

 

Na obra de requalificação e urbanização do Largo do Carmo foram investidos cerca de R$ 2 milhões. O projeto contemplou a instalação de iluminação cênica, o alargamento dos passeios para adequação à acessibilidade universal, a implantação de paisagismo e de novos mobiliários urbanos.

 

 

Acesso

No dia 23 de maio deste ano, o governador de Alagoas assinou ordem de serviço para recuperação asfáltica da AL-215. O trecho contemplado tem início no entroncamento da AL-101 Sul, no trevo do Francês, e possui dez quilômetros de extensão, dando acesso à cidade histórica. A obra é executada pelo Pró-Estrada e visa melhorar a locomoção dos mais de 50 mil moradores, além dos turistas que a visitam.

 

Na solenidade de assinatura da ordem de serviço, o prefeito do município, Cláudio Filho, "Cacau", agradeceu ao governador pelo pleito atendido ao recuperar a AL-215, obra que vai abrir, "de uma vez por todas", o Sítio Histórico de Marechal Deodoro para o turismo.

 

"Estive em São Paulo reunido com representantes das operadoras de turismo, que vão iniciar pacotes turísticos para o Sítio Histórico, e uma das exigências deles foi que a via estivesse recapeada para receber o turista", recordou o prefeito de Marechal Deodoro, naquela ocasião.

 

O governador explicou que o acesso à cidade será 100% reconstruído e dará um novo ânimo aos moradores do município turístico, impulsionando o turismo histórico e cultural. 

 

"Será um acesso construído dentro das novas tendências de mobilidade urbana, ampliado, e com ciclovia para o estudante, para o turista, para o morador, já que Marechal é uma cidade linda e precisa ser tratada da melhor forma", afirmou Renan Filho.

 

PAC

Situado no Centro da cidade histórica, o Largo do Conjunto do Carmo possui uma área de cerca de 6 mil metros quadrados. Os pontos de referência são as igrejas das Ordens Primeira e Terceira do Carmo.

 

De acordo com o Iphan, o PAC Cidades Históricas é uma linha do Programa de Aceleração do Crescimento dedicada exclusivamente aos sítios urbanos protegidos pelo Instituto. O PAC Cidades Históricas está presente em 44 cidades de 20 Estados, totalizando R$ 1,6 bilhão em investimentos para 424 ações em edifícios e espaços públicos de todo o país.

Ainda de acordo com o Iphan, em Alagoas, Marechal Deodoro e Penedo foram as duas cidades incluídas no Programa. Para Marechal, que foi a primeira capital do Estado e possui um relevante conjunto arquitetônico e urbanístico protegido, foram selecionadas oito ações, com um total de R$ 8,96 milhões previstos para serem investidos pelo governo federal, sendo que a requalificação do Largo do Carmo é a primeira delas a ser concluída.

 

Ações do documento