Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Governador Renan Filho lança Fórum Estadual do Bicentenário de Emancipação Política de Alagoas
01/07/2016 - 08h48m

Governador Renan Filho lança Fórum Estadual do Bicentenário de Emancipação Política de Alagoas

Grupo atuará auxiliando a coordenação do plano de ações para comemoração dos 200 anos de emancipação política do Estado, que acontece em 2017

Governador Renan Filho lança Fórum Estadual do Bicentenário de Emancipação Política de Alagoas

Fórum Estadual reforça projetos de preservação da identidade do povo alagoano (Fotos: Thiago Sampaio)

Texto de Rafaela Pimentel

A pouco mais de um ano das comemorações dos 200 anos de independência política do Estado de Alagoas sobre Pernambuco, os projetos de preservação da identidade e memória dos povos ganharam um reforço significativo. Na noite desta quinta-feira (30), o governador Renan Filho lançou o Fórum Estadual do Bicentenário de Emancipação Política de Alagoas com a proposta de auxiliar a coordenação das festividades que acontecerão em 2017.

Com mais de 146 anos de atuação no desenvolvimento da história da região, o Instituto Histórico e Geográfico (IHGA) foi o escolhido para sediar a solenidade. Entre acervos, riquezas documentais e testemunhas eloquentes, o espaço é, atualmente, o maior representante cultural do Estado, acumulando na bagagem pesquisas e publicações datadas há mais de 200 anos.

Em retrospectiva a esta história social e cultural do Estado, foram relembrados nomes e acontecimentos essenciais na construção da trajetória da sociedade alagoana. De Zumbi aos colonizadores holandeses, a herança deixada muito antes de 1817 começa a ser recontada para a população agora sob uma nova ótica: a reflexão coletiva e o amplo debate entre todos aqueles que fizeram, fazem e irão escrever a história de Alagoas, como ressalta Renan Filho.

"Antes de tudo precisamos nos debruçar sobre os últimos 200 anos. Sem dúvidas chegamos até aqui com muitos problemas, mas motivos ainda maiores para comemorar e dar a importância devida à narrativa de Alagoas. Com este Fórum, queremos ampliar esta data para além do marco histórico e festivo, transformando-a em uma congregação cultural, educacional e de cidadania", pontuou o governador ao destacar a importância de resgatar a autoestima e a memória dos cidadãos.

Sobre o Fórum

Formado por personalidades representativas e aberto a entidades de vários segmentos da sociedade civil, o Fórum estadual vai atuar junto com a comissão mista especial no desenvolvimento de ações multiculturais para o marco do bicentenário. Concentrada na internet, por meio das redes sociais, a atividade do grupo será discutir e apresentar sugestões periódicas ao governador agregando toda a comunidade nas etapas de planejamento, definição e execução das comemorações dos 200 anos de emancipação política.

"A ideia do Fórum é bem objetiva: estimular todos os segmentos da sociedade a contar a história de Alagoas de forma prazerosa. E a maneira mais eficiente de fazer isso acontecer é por meio da arte, incentivando nossos artistas. O Estado espera muito de todos nós e precisa individualmente de cada um, o que estamos fazendo é aproximar e garantir transparência a este processo. É algo nunca antes visto em Alagoas", avalia o governador.

Inicialmente, o Fórum Estadual não terá limite de membros. Todos os participantes vão atuar de forma voluntária, sem receber qualquer tipo de remuneração.

Ações do documento