Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Governo do Estado lança editais que beneficiam a cultura alagoana
09/10/2015 - 21h15m

Governo do Estado lança editais que beneficiam a cultura alagoana

Secult trabalha para atender necessidades do segmento

Governo do Estado lança editais que beneficiam a cultura alagoana

Também estão previstos editais para beneficiar a produção audiovisual, fonográfica, museus, folguedos populares e danças.

Daniel Borges

A cultura em Alagoas ganha impulso com investimentos do Governo do Estado e um novo olhar voltado para o setor. Para fortalecer e dá visibilidade ao segmento, o governo, por meio da Secretaria de Cultura, lançou editais de Registro do Patrimônio Vivo, chamamento público Anavantur para Quadrilhas Alagoanas, I Concurso de Poesia Jorge de Lima e de Incentivo à Produção Literária, além de apoiar atividades de fomento.

Todos eles são investimentos do programa “Fomento e incentivo à cultura em Alagoas (Fica), que tem como objetivo democratizar o acesso a recursos e investimentos, estimular a produção cultural alagoana e valorizar ações e projetos que resgatem e fomentem as diversas manifestações populares.

“Apoiar projetos nas mais variadas áreas artísticas, através de editais públicos, reafirma o compromisso da Secretaria da Cultura em disseminar e promover a arte no Estado, incentivando a diversidade e a preservação de identidades culturais, bem como para garantindo à população contato com o fazer artístico de qualidade”, afirma a secretária de Estado da Cultura, Mellina Freitas.

Patrimônio Vivo

Lançado em abril, o edital de inscrição no Livro de Registro do Patrimônio Vivo do Estado de Alagoas (RPV-AL), criado pela Lei nº 6.513, de 22.09.2004 e alterada pela Lei nº 7.172, de 30.06.2010, reconheceu como novos Patrimônios Vivos de Alagoas os mestres Antônio dos Santos, 62 anos, artesão em madeira; José Laurentino Sirilo, 86, mestre de Guerreiro; Zeza do Coco, 60 anos, mestra de Coco de Roda; e Vânia Oliveira, 58, artesã.

São reconhecidos como Patrimônio Vivo do Estado da Alagoas mestre e mestras que detenham os conhecimentos ou as técnicas necessárias para a produção e para a preservação de aspectos da cultura tradicional ou popular de uma comunidade estabelecida em Alagoas nas áreas de danças e folguedos da cultura popular, literatura oral e/ou escrita, gastronomia, música, artes cênicas, artesanato, dentre outras. Os novos membros do Patrimônio Vivo passam a receber uma bolsa mensal, no valor de um salário mínimo e meio, como apoio para dar continuidade as suas manifestações culturais.

Anavantur

Com a finalidade de fortalecer as tradições e apoiar grupos juninos, a Secult lançou em junho deste ano o programa Anavantur, para seleção de propostas de associações ou entidades que representassem as quadrilhas alagoanas. Ao todo, R$ 70 mil reais foram investidos em projetos selecionados para organização das manifestações e festividades da época. 

I Concurso de Poesias Jorge de Lima

Em julho, o edital do I Concurso de Poesias Jorge de Lima foi lançado no Diário Oficial. Estimular a criatividade e incentivar a produção literária são os objetivos do concurso, que premiará os alunos de escolas públicas e privadas que produzirem as três melhores poesias, com o montante de R$ 4.500,00, distribuídos em R$ 2 mil para o 1º colocado; R$ 1.500,00 para o 2º e R$ 1 mil para o 3º lugar. Também haverá homenagem com menção honrosa e todos os inscritos receberão certificados de participação. As  inscrições vão até o dia 30 de setembro. O resultado sairá no dia 14 de outubro.

Produção Literária

Neste mês, os escritores alagoanos ganharam um novo estímulo para a publicação de obras inéditas com o lançamento do Edital de Incentivo à Produção Literária”.  O certame contemplará a publicação de textos de teatro, cordel e folclore alagoano, através dos programas de Fomento e Incentivo à Cultura Alagoana (Fica/Secult), e Incentivo à Cultura Literária 2015 (IOGR). Ao todo, serão R$ 11 mil em premiações. As inscrições seguem até o dia 16 de outubro.

Além disso, os escritores alagoanos terão a possibilidade de mostrar seus trabalhos na VII Bienal Internacional do Livro de Alagoas. A Secult está selecionando obras para ser lançadas e expostas no estande da Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos. Os interessados poderão se inscrever até o dia 9 de outubro.

Novos editais

Ainda dentro do Fica, estão previstos editais para beneficiar a produção audiovisual, fonográfica, museus, folguedos populares e danças.

Para mais informações sobre os editais em andamento, visite o endereço eletrônico http://www.cultura.al.gov.br/editais-e-concursos/2015.

 

Ações do documento