Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Grupo Imbuaça traz Jeová, nesta terça (13), para a programação de 108 anos do Deodoro
12/11/2018 - 10h20m

Grupo Imbuaça traz Jeová, nesta terça (13), para a programação de 108 anos do Deodoro

Espetáculo gratuito começa às 20h e conta a história do escritor sergipano Jeová Santana

Grupo Imbuaça traz Jeová, nesta terça (13), para a programação de 108 anos do Deodoro

Com 40 anos de existência, o Imbuaça é o grupo de teatro de rua mais antigo do Brasil. Foto: Pritty Reis

Texto de Hannah Copertino

O teatro sergipano vai interagir com as artes cênicas de Alagoas na programação do aniversário de 108 anos do Teatro Deodoro. O Grupo Imbuaça chega a Maceió para apresentar o espetáculo Jeová, nesta terça-feira (13), às 20h, no Teatro Deodoro, Centro. A entrada é gratuita.

 

Com dramaturgia de Manoel Cerqueira, o espetáculo tem direção e cenografia de Iradilson Bispo, que também compõe o elenco com Carlos Wilker, Lindolfo Amaral, Lidhiane Lima, Priscila Capricce, Rosi Moura e Talita Calixto.

 

Jeová é inspirado na obra do escritor Jeová Santana e surgiu a partir da experiência com alunos de oficinas ministradas pelos integrantes do Imbuaça. O espetáculo dá vida a contos de obras como Relatos Frios, passando pelo dramático, trágico, pela comicidade e também pela poesia.

 

Com 40 anos de existência, o Imbuaça é o grupo de teatro de rua mais antigo do Brasil. O grupo divulga a cultura sergipana e a arte de rua pelo país, por meio de projetos, festivais e caravanas, além de realizar palestras e oficinas.

 

Agora, o grupo volta à capital alagoana, onde já havia se apresentado e participado de produções locais, como a peça Baldroca, da Associação Teatral Joana Gajuru, que tem direção de Lindolfo Amaral e abriu as comemorações dos 108 anos do Deodoro.

 

 “Voltar a Maceió é sempre gratificante, primeiro porque o Imbuaça tem uma relação muito íntima com Alagoas. Desde o início dos anos 90, viemos frequentemente aqui. De 1993 a 1995, desenvolvemos uma oficina que deu origem ao Joana Gajuru e ao primeiro espetáculo do grupo, ‘Uma Canção de Guerreiro’. Depois disso, o Imbuaça voltou para uma série de apresentações. A última vez que estivemos aqui foi no Deodoro, em 2014, com o espetáculo A Grande Serpente, com direção de João Marcelino”, contou Lindolfo Amaral, ator, diretor e produtor do Imbuaça.

 

“Estar agora celebrando os 108 anos do Teatro Deodoro é muito importante para todos nós. Desde 2016 que nós não temos editais em nível nacional para as artes cênicas, isso dificultou a circulação dos espetáculos. A comemoração dos 108 anos do Deodoro está propiciando o retorno do Imbuaça a Maceió”, afirmou o diretor. “Então, é gratificante estar aqui e nós desejamos muito que o Teatro Deodoro continue sempre aberto, realizando atividades, envolvendo os grupos de teatro não só do Nordeste, mas de todo o país”.

 

A programação para celebrar o aniversário deste patrimônio cultural de Alagoas começou nesta segunda-feira (12) e vai até sábado (17) com teatro, dança, música, exposição, lançamento de CD e de documentário. Os detalhes de cada espetáculo estão no site www.diteal.al.gov.br. A maior parte da programação é gratuita.

 

Serviço:

 

Aniversário de 108 anos do Teatro Deodoro – Espetáculo Jeová, Grupo Imbuaça

 

Quando – Terça-feira (13/11), às 20h

 

Local – Teatro Deodoro, Centro de Maceió

 

A entrada é gratuita

Ações do documento