Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Instituto Raízes de Áfricas lança evento Ocupação Preta Eku Abo no Shopping Pátio
22/09/2016 - 18h05m

Instituto Raízes de Áfricas lança evento Ocupação Preta Eku Abo no Shopping Pátio

Diálogo e visibilidade são as principais armas de enfrentamento contra o racismo;

Instituto Raízes de Áfricas lança evento Ocupação Preta Eku Abo no Shopping Pátio

Governo é parceiro das ações que acontecem durante todo o dia no Shopping Pátio Maceió (Foto: Adaílson Calheiros)

Texto de Tais Albino e Maria Barreiros

O Instituto Raízes de Áfricas, com apoio da Secretaria de Estado da Comunicação (Secom), lançou o Jornal Eku Abo, nesta quinta-feira (22), dentro da programação do evento Ocupação Preta Eku Abo, que acontece durante todo o dia, no Shopping Pátio Maceió, Benedito Bentes. A publicação nasceu da necessidade de se apresentar à população ações do segmento, por meio de parcerias entre o instituto e secretarias governamentais.

 

O novo meio de comunicação servirá como divulgador de ações como o Fundo Estadual de Promoção à Igualdade Racial, a possibilidade de o Estado ganhar uma Incubadora Afro e o Espaço Ubuntu, na Biblioteca Pública Estadual.

 

“É o povo preto ocupando espaços importantes. O evento tem como principal objetivo fazer o enfrentamento ao racismo, mediante a conversação e visibilidade,” explanou Arísia Barros, presidente do Instituto Raízes de Áfricas.

 

Segundo ela, a proposta é agregar pessoas para que, a partir do conhecimento, possam rediscutir o racismo. “A ação maior é despertar nas pessoas a ideia de que o racismo existe e, se ele existe, é preciso combatê-lo”. explicou Barros.

 

A estudante Mirian Soares (19) participa do Movimento Negro de Alagoas e sente-se gratificada em poder ter voz nas rodas de conversa preta que o evento proporciona. “Esse é um espaço de elite que população preta e periférica geralmente não frequenta. É muito importante nós sermos escutados aqui (shopping),” ratifica a estudante.

 

 

Outras ações

 

A Secretaria do Estado da Segurança Pública, uma das parceiras do Instituto, participou do evento para discutir novas ações. O ‘Ciclo de Formação em Direitos Humanos e Diversidades: Sistema Penal e Racismo’, que tem por objetivo discutir o racismo estrutural e a relação entre sistema penal e grupos vulneráveis, foi a principal pauta da reunião.

 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) montou um ambulatório para consultas e orientações sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs/Aids). Participou também o presidente da Fundação Cultural Palmares, Erivaldo Oliveira, que está em Alagoas para a Ocupação Preta Eku Abo e para discutir sobre turismo étnico.

Ações do documento