Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Mestres artesãos patrimônios vivos são homenageados em abertura da semana do artesão
17/03/2016 - 14h10m

Mestres artesãos patrimônios vivos são homenageados em abertura da semana do artesão

Evento acontece até a próxima terça-feira, com exposição de peças artesanais, Carro Chef Food Truck e oficinas

Mestres artesãos patrimônios vivos são homenageados em abertura da semana do artesão

Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, ressaltou a importância dos mestres para a visibilidade de Alagoas no Brasil e no exterior. Foto: André Palmeira

Texto de Morena Melo

A semana preparada para celebrar a arte feita à mão de Alagoas começou com uma homenagem do Governo do Estado aos mestres artesãos considerados patrimônios vivos do Estado. 


O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, ressaltou a importância dos mestres para a visibilidade de Alagoas no Brasil e no exterior. “O artesanato alagoano se destaca entre as tipologias brasileiras, temos qualidade e diversidade que juntas fazem com que nossa arte seja reconhecida como uma das melhores do país”, disse.


Ainda de acordo com o gestor, a Sedetur está realizando, por meio do Programa de Artesanato Brasileiro e do apoio da primeira dama Renata Calheiros, uma série de estudos que possibilitem o impulsionamento do artesanato alagoano. 


“Nós vamos alinhar o design à tradição, trazendo para perto dos mestres artesãos figuras importantes do cenário contemporâneo, como Rodrigo Ambrósio. Esse é o início de uma remodelação da nossa marca do Alagoas à Mão, que virá junto a políticas públicas de fomento ao artesanato, como o investimento em feiras nacionais, marketing e o aperfeiçoamento da produção, através de oficinas e consultorias realizadas para os artesãos”, completou Helder Lima.


Atualmente, Alagoas tem 15 mil artesãos cadastrados no Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), que em Alagoas funciona por meio da Sedetur. O número coloca o Estado como o que mais possui artesãos cadastrados, revelando a riqueza e pluralidade da arte feita a mão em Alagoas.

Programação

Nesta quinta-feira a partir das 14h, acontece a oficina criativa de Filé até as 20h. O momento é voltado para o ensino e repasse das técnicas utilizadas pelos profissionais na confecção das peças. A oficina também acontece no dia 21, das 10h às 17h, sob o comando dos profissionais da Associação das Artesãs do Pontal da Barra.


Na sexta-feira (18), será realizada a oficina da renda Bilro, das 14h às 20h, ministrada pela artesã Dona Maria, do município de São Sebastião. Dona Maria é filha de Clarice, falecida em 2012 e que já foi considerada Patrimônio Vivo do Estado de Alagoas.


A última oficina programada é a de Cerâmica, com o mestre João das Alagoas, agendada para terça-feira (22). Todas as oficinas são gratuitas e as inscrições serão feitas no local.


Durante toda a semana, a população poderá visitar a exposição das peças com as principais tipologias do artesanato alagoano, no hall principal do Memorial, das 9h às 20h. Para comercialização dos produtos, a loja itinerante Alagoas à Mão estará no local durante todo o evento.

Food Trucks


Os visitantes terão, ainda, a estrutura de uma praça com os food trucks Carro Chef, no estacionamento da Praça Marcílio Dias. El Gringo, Faláfel, Cachorro Quente, Trem de Minas, D'Destro e Matuto Faminto estão entre os confirmados para a Semana do Artesão.
Esta é uma ação do Governo de Alagoas, por meio das Secretarias de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, da Comunicação e da Cultura, com o apoio da Prefeitura de Maceió, Sebrae e Braskem.

 

Ações do documento