Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Oficina orienta entidades culturais sobre novos editais do Ministério da Cultura
30/07/2015 - 10h14m

Oficina orienta entidades culturais sobre novos editais do Ministério da Cultura

Curso foi ministrado por representante do órgão federal e contou com presença da secretária da Cultura de Alagoas, Mellina Freitas

Oficina orienta entidades culturais sobre novos editais do Ministério da Cultura

Secretária da Cultura, Mellina Freitas, ressaltou projeto de editais como importantes mecanismos para fomento e acesso à cultura (Foto: Ascom/Secult)

Daniel Borges

Para mobilizar os pontos de cultura, entidades e coletivos culturais a participarem dos editais do programa Cultura Viva, a Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural (SCDC) do Ministério da Cultura (MinC), em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura, realizou, nesta quarta-feira (29), na Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos, uma oficina de divulgação e orientação sobre três novos editais. O curso foi ministrado pelo representante do MinC, Nilton Valença, e contou com a presença da secretária de Estado da Cultura, Mellina Freitas.

A oficina teve como objetivo explicar os editais, facilitar o processo de inscrições e mostrar as políticas públicas do MinC em diversos municípios do país.

Foram abordados os editais de Pontos de Mídia Livre, Cultura de Redes e Pontos de Cultura Indígena, lançados pelo MinC no dia 2 de julho,  que irão fomentar iniciativas relacionadas à Política Nacional de Cultura Viva, com liberação de R$ 13,4 milhões para 210 iniciativas culturais.

De acordo com Nilton Valença, a oficina é uma maneira de incentivar as entidades culturais a participarem dos editais. “Os editais são importantes mecanismos de fomento e acesso à cultura. Essa mobilização com a Secretaria da Cultura de Alagoas tem sido bastante importante para a articulação e mobilização das pessoas que participaram da oficina”, comentou.

Para o coordenador da Associação Comercial de Maceió e do Ponto de Cultura Pequenos Músicos de Jaraguá Benedito Ramos, a orientação é importante para a compreensão dos editais.

“Você lê o edital e fica com dúvida a qual grupo você pertence, porque as ações culturais tendem a evoluir de tal forma que a gente imediatamente não tem como classificar, as coisas estão fluindo e cada vez encontram meios diferentes de atuar”, destacou.

A secretária Mellina Freitas também ressaltou o projeto de editais. "Os editais são importantes mecanismos para fomento e acesso à cultura. Esta gestão vem trabalhando para democratizar os espaços e os recursos", concluiu.

Ações do documento