Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Projeto ‘Chá de Memória’ começa na próxima terça-feira (25)
21/10/2016 - 12h05m

Projeto ‘Chá de Memória’ começa na próxima terça-feira (25)

Ações educativas vão aproximar o Arquivo Público da comunidade

Projeto ‘Chá de Memória’ começa na próxima terça-feira (25)

Ações educativas como o 'Chá de Memória' vão aproximar o Arquivo Público da comunidade (Divulgação)

Texto de Renata Arruda

Ao pensar numa proposta de aproximação dos alagoanos com a história de Alagoas, o Gabinete Civil, por meio do Arquivo Público (APA), promove na próxima terça-feira (25), das 16h às 18h, a primeira edição do projeto ‘Chá de Memória’ com a participação de Luiz Carlos Villalta, historiador e professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Cícero Péricles, economista e professor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal); e Gian Carlo de Melo, historiador e também professor da Ufal.

 

De acordo com a diretora do APA, Wilma Nóbrega, a programação conta com visitas pedagógicas, concursos temáticos, oficinas, campanhas de coletas de documento e exposições, na primeira edição do projeto ‘Chá de Memória’. 

 

“O Chá de Memória é o marco de uma nova conduta de aproximação assumida pelo Arquivo Público, possibilitando uma relação mais direta com a comunidade alagoana. O grande intuito desta ação é viabilizar que o espaço, os documentos, as informações guardadas possam ser vistas, pesquisadas e mais conhecida por todos. A população precisa ter uma ampla visão do processo histórico de construção de identidade e memória coletiva do nosso Estado”, pontua Wilma Nóbrega.

 

Como principal órgão responsável pela guarda, conservação e disseminação da história administrativa de Alagoas, o Arquivo Público fortalece a missão de fomentar a pesquisa e estimular o encontro de estudantes e profissionais. Para isso, assume uma postura acolhedora ao abrir as portas para uma nova fase de atividades que estimulem o uso do seu acervo como forma de reconhecimento à diversidade cultural existente.

 

A participação será aberta a todos os interessados nas temáticas, basta preencher a ficha de inscrição no site do Gabinete Civil ou Arquivo Público ou, ainda, solicitar a inscrição pelo e-mail : alarquivopublico@gmail.com. As inscrições são gratuitas e limitadas a 50 vagas. A expectativa é que o encontro reúna pesquisadores, profissionais das áreas de ensino, comunicação, estudantes, professores e turistas. 

Ações do documento