Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 'Quinta no Arena' e vídeo marcam os 44 anos do Teatro de Arena
13/07/2016 - 11h35m

'Quinta no Arena' e vídeo marcam os 44 anos do Teatro de Arena

Nesta quinta-feira, 14, a Diteal devolve aos alagoanos a entrada independente do Arena

'Quinta no Arena' e vídeo marcam os 44 anos do Teatro de Arena

Peça 'Zelodaro Come Pano' ganha o histórico palco do Arena. (Fotos: Adalberto Farias)

Texto de Regina Martins

Com a abertura da XII edição do projeto Quinta no Arena, lançamento de vídeo e inauguração de obras de infraestrutura, o Teatro de Arena Sérgio Cardoso comemora 44 anos de fundação nesta quinta-feira (14).

 

A partir das 19h30, o ator Mauro Braga, do Grupo Cena Livre, sobe ao palco com uma peça convidada e produzida pela Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal) para abrir o Quinta no Arena. O espetáculo ‘Zelodaro Come Pano’ tem dramaturgia de Sávio de Almeida e Ana Sofia, na direção. A entrada é franca e os ingressos devem ser retirados na bilheteria do Teatro Deodoro, uma hora antes da apresentação.

 

A programação do Quinta no Arena se estende até o dia 22 de dezembro. A Diteal oferece uma média de dez ingressos por espetáculo para a rede pública de ensino. Os interessados podem ligar para o 3315-5665 ou enviar um email para o endereço dacdeodoro@gmail.com.

 

Um pouco antes da abertura do Quinta no Arena, a Diteal lança um vídeo, onde os professores Luiz Sávio de Almeida e Otávio Cabral contam um pouco da história do teatro. O vídeo estará disponível no site diteal.al.gov.br e na página do Facebook da Diteal.

 

No mesmo dia, a Diteal devolve aos alagoanos a entrada independente do Arena. “Agora o Teatro de Arena retoma sua entrada para melhor conforto do público. Quando tivermos espetáculos nos dois teatros, não haverá mais aquela confusão na entrada. O Arena volta a ter seu acesso”, informa diretora-presidente da Diteal, Sheila Maluf.

 

 

 

História

Os atores Homero Cavalcante e José Márcio Passos estiveram na noite de inauguração do Teatro de Arena, dia 14 de julho de 1972, quando foi apresentada a peça ‘O homem da Flor na Boca’, de Luigi Pirandello, com os atores Sérgio Cardoso, Jardel Melo e a alagoana Nana Magalhães.

 

“Nós viemos como curiosos mas não entramos, pois a noite era só para as cabeças coroadas que eram as autoridades e o mundo cultural da época. Viemos só olhar o movimento”, conta Homero Cavalcante.

 

Ele ri quando lembra que mesmo não tendo assistido a peça com Sérgio Cardoso, tempos depois ele interpretou, no Arena, o mesmo papel desse ator na peça ‘O homem da Flor na Boca’.

 

Idealizado pelo ator alagoano e então diretor do Teatro Deodoro Bráulio Leite Júnior, o Arena foi construído e inaugurado no governo Afrânio Lages, aproveitando estrutura física já existente, onde antes funcionava o Bar Deodoro, localizada ao lado do Teatro Deodoro.

 

A inauguração contou com a presença de personalidades do teatro brasileiro, como embaixador Paschoal Carlos Magno, que liderava no país o movimento de teatro amador. Um mês depois de inaugurado, falecia o ator Sérgio Cardoso, razão pela qual teve seu nome vinculado ao Teatro de Arena.

Ações do documento