Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Secretaria de Cultura lança edital com R$ 520 mil em premiações
21/09/2016 - 16h20m

Secretaria de Cultura lança edital com R$ 520 mil em premiações

Prêmio Mestre Cicinho irá contemplar 20 projetos culturais

Secretaria de Cultura lança edital com R$ 520 mil em premiações

Edital irá premiar cinco propostas que promovam a gastronomia do Estado, apoiando profissionais da área, com investimentos na ordem de R$ 100 mil

Texto de Yasmin Assis

Valorizar e fomentar os segmentos culturais são os pilares dos projetos promovidos pela Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas. Nesta quarta-feira (21), a Secult lançou, no Diário Oficial do Estado, o Prêmio Mestre Cicinho, por meio do novo edital do programa de Fomento e Incentivo à Cultura Alagoana (Fica).

 

O certame faz uma homenagem ao Mestre de Guerreiro do Registro do Patrimônio Vivo, José Cícero, que faleceu em junho deste ano, deixando um grande legado cultural, por meio de suas obras e artesanato.

 

A segunda edição do Fica contemplará os segmentos de moda, gastronomia, produção cultural e artesanato, com um montante de R$ 520 mil. Ao todo, serão selecionados 20 projetos, podendo cada um receber o apoio financeiro de até R$ 20 mil, com exceção do segmento da produção cultural, que pode receber até R$ 50 mil por projeto.

 

As inscrições seguem abertas até o dia 4 de novembro de 2016, podendo se inscrever pessoas físicas e jurídicas que moram em Alagoas há pelo menos um ano, com comprovada atuação na área cultural e que sejam responsáveis diretos pela elaboração e concepção do projeto.

 

A relação de documentação necessária e os editais completos estão disponíveis no endereço eletrônico http://www.cultura.al.gov.br/editais-e-concursos/2016/premio-mestre-de-guerreiro-cicinho

 

O Fica II tem como objetivo democratizar o acesso a recursos, estimular a produção cultural alagoana e valorizar ações e projetos que resgatem e fomentem as diversas manifestações populares.

 

“A Secult continua investindo na valorização e promoção dos meios culturais alagoanos. Buscamos ouvir cada segmento para alinhar as propostas e oferecer um edital justo para todos”, explica a secretária Mellina Freitas.

 

Os trabalhos serão avaliados por uma comissão julgadora, composta por especialistas de reconhecido prestígio na área julgada, com autonomia na analise técnica e decisão de seleção quanto ao projeto apresentado.

 

Os recursos para o desenvolvimento desta ação são oriundos do Fundo de Desenvolvimento de Ações Culturais (FDAC).

 

Artesanato

Serão selecionadas seis propostas que promovam a interação da simbologia alagoana (raízes e tradição), apoiando artesãos ou profissionais da área desta cadeia produtiva. Serão investidos R$ 120 mil.

 

Culinária/Gastronomia

O edital irá premiar cinco propostas que promovam a gastronomia do Estado, apoiando profissionais da área. Ao todo, serão investidos R$ 100 mil.

 

Moda

O prêmio irá apoiar cinco propostas de coleções e modelos de roupas inéditos. Serão investidos R$ 100 mil.

 

Produção cultural

O Prêmio Mestre de Guerreiro Cicinho irá apoiar quatro propostas que promovam a produção cultural alagoana. Ao todo, serão investidos R$ 200 mil.

Ações do documento