Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Técnico-administrativo da Uneal lança livro pela Imprensa Oficial
16/05/2016 - 08h00m

Técnico-administrativo da Uneal lança livro pela Imprensa Oficial

“Antes e depois da Chuva” é a primeira obra publicada do poeta José Minervino

Técnico-administrativo da Uneal lança livro pela Imprensa Oficial

Natural de Branquinha, José Minervino Neto, 31 anos, é servidor público, lotado no Campus V da Uneal, em União dos Palmares. Foto: Arquivo pessoal/Reprodução

Texto de Clau Soares

O técnico-administrativo da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), José Minervino Neto, lança, na terça-feira (17), seu primeiro livro. A obra poética “Antes e depois da Chuva” foi um dos selecionados pela editora Imprensa Oficial Graciliano Ramos, por meio do edital do Programa de Incentivo à Cultura Literária 2015. O lançamento acontece a partir das 10h, na sede da editora, localizada à Avenida Fernandes Lima, km 7, bairro do Farol, em Maceió.

Natural de Branquinha, José Minervino Neto, de 31 anos, é servidor público, lotado no Campus V da Uneal, em União dos Palmares. Graduado em História, pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), e em Letras, pela Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), desde a infância, percebeu que tinha habilidade para escrever. “Vi que aquilo de escrever, inventar, me fazia bem. Depois disso, fui escrevendo uns poemas, bem singelos, e nunca mais parei”, relembra.

“Antes e depois da Chuva” é o seu primeiro livro publicado e reúne poemas de temáticas diversas. “O que mais me inspira é a paisagem do lugar onde vivo. Se estou em Branquinha, é o rio, os canaviais, o resto de mata que dá para ver de longe, as pessoas e suas histórias anônimas”, revela o poeta, sem esquecer-se de citar sua namorada Lwdmila, a quem dedica a obra.

Segundo José Minervino, ele já havia concorrido em outros editais. “Foi uma felicidade, porque, desde que comecei a juntar os poemas passei a ter vontade de publicar, mas nunca tive recursos. Ano passado, finalmente fui contemplado”, comemora o escritor alagoano.

Ações do documento