Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Vencedoras do I Concurso de Poesia são homenageadas durante a Bienal de Alagoas
25/11/2015 - 17h20m

Vencedoras do I Concurso de Poesia são homenageadas durante a Bienal de Alagoas

Carlina Rocha Leite, Monique de Azevedo Andrade e Kamilla Ramos de Barros receberam certificados de premiação

Vencedoras do I Concurso de Poesia são homenageadas durante a Bienal de Alagoas

As alunas receberam certificados no estande da secretaria durante a VII Bienal Internacional do Livro de Alagoas (Foto: Teresa Machado)

Daniel Borges

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) homenageou, nessa terça-feira (24) as vencedoras do I Concurso de Poesia Jorge de Lima. Carlina Rocha Leite, Monique de Azevedo Andrade e Kamilla Ramos de Barros, primeira, segunda e terceira colocadas, respectivamente. As alunas receberam certificados no estande da secretaria durante a VII Bienal Internacional do Livro de Alagoas.

O concurso teve como objetivo estimular a criatividade e incentivar a produção literária com temática livre. A premiação das poesias vencedoras soma um montante de R$ 4.500, distribuídos em R$ 2 mil para a 1º colocada; R$ 1.500 para a 2º e R$ 1 mil para o 3º lugar. Os recursos necessários para o desenvolvimento desta ação são próprios, oriundos do Programa de Fomento à Atividade Cultural, do orçamento do Fundo de Desenvolvimento de Ações Culturais (FDAC).

A primeira colocada Carlina Rocha, 17 anos, venceu o concurso com a poesia "Caneta Muda". A estudante pretende cursar Biblioteconomia e sonha em juntar todas suas poesias em um livro. “Escrevo bastante. Minha inspiração para o concurso surgiu quando uma amiga me sugeriu participar do concurso, só que quando fui escrever não tinha nenhuma ideia, então comecei a realmente culpar a caneta’, disse fazendo referência a sua poesia.

Já a segunda colocada, Andreza Monique de Azevedo Andrade, usa da timidez como inspiração para escrever. A jovem mãe de 20 anos, aluna do 1º ano do ensino médio da Escola Estadual Professora Guiomar de Almeida Peixoto, teve como estímulo as atividades desenvolvidas pela instituição.

Segundo a diretora da escola, a professora Divonese Lima, “o trabalho com a Literatura é um dos focos da escola. Lá realizamos projetos e há desenvolvimento. Estamos muito felizes com o segundo lugar da Andreza, diante da realidade que vivemos, uma escola de periferia e pouco recursos”.

Apesar de escrever há bastante tempo e ter habilidade e talento para contar histórias, "Texturas no Céu" foi a primeira poesia escrita pela terceira colocada, a estudante Kamilla Ramos de Barros. “Gosto de escrever romance, suspense e mistério. Para a minha poesia, eu trouxe o mistério. As pessoas ficam interessadas em saber qual é a textura do céu. O que faz todo um enigma”, disse.

Ainda dentro da programação do Edital está previsto uma homenagem com Menção Honrosa e certificação de todos os participantes do edital.

Ações do documento